Escrever criativamente requer pensar fora e criar dentro da caixa

Sabe o que significa Escrita Criativa? Não se trata de uma pergunta tão comum, mas talvez porque escrever seja algo que, para muitos, seja que nem comer, beber água, tomar banho, etc.

In Out

Linguagens dinâmicas

O universo do mundo da criação escrita é tão vasto que hoje pode abranger os seguintes campos: 

  • literatura

  • cinema

  • teatro

  • televisão

  • publicidade

  • web

  • marketing 

Sim, a lista pode seguir adiante, isso é fato. Mas então quais são os requisitos para se escrever criativamente? 

Um universo bipolar ou os dois lados da moeda para o autor? 

  • Pensar fora da caixa. É uma expressão que transmite a ideia de distanciamento. Em alguma medida isso vale para quem escreve criativamente. Como disse Bertold Brecht quando encenou peças nas quais o subproduto era um certo  distanciamento da personagem que simulava ter presenciado em alguma medida ou maneira os acontecimentos de modo a estar perfeitamente a par delas. 

Assim, o autor que consegue se distanciar do objeto que cria ao mesmo tempo se deixando envolver com os detalhes que vão formá-lo no final das contas, revira por assim dizer os ângulos que encontra para pincelar o rosto de algum conteúdo.

  • Criar dentro da caxa. A Criação de Adão revela o grau de perfeição Divina, mesmo que o homem esteja longe de ser perfeito como se deduz pelo seu caráter ou personalidade. Por isso sua luta é por aperfeiçoamento de seu caráter, de suas especificidades. São os detalhes pequenos que, corrigidos, darão uma forma muito mais bonita e verdadeira de sua pessoa ao longo da vida.

Assim, o autor que se envolve com o objeto de sua criação, embora possa estar distanciado como apontado no item anterior, precisa também desenvolver os detalhes que serão determinantes para ser relevante em função dos objetivos a que se propõe.

A criação em certo grau significa retroalimentação. Nenhum autor vive imune à criação alheia, e o jogo de interinfluências permanece tornando os processos criativos a argamassa da cultura que se faz no tempo e no processo civilizatório.

Escrever criativamente é mover algo que até então estava no mínimo adormecido no inconsciente. Algo que pode ser despertado mesmo que seja objeto de desconstrução como disse Jacques Derrida quando conceitou a ideia de desmontagem ou decomposição dos elementos da escrita.

O universo da escrita criativa é feito de linguagem escrita. São os códigos com os quais comunicamos ideias, conceitos, descrições e imagens do que presenciamos. Talvez no seu projeto WEB você descubra que não dá para ficar excluído da rede sem produzir nada de relevante para seu público alvo. Se for a hora de começar - ou mesmo que esteja um pouco atrasado - saiba que poderá contar com o LetrasCriativas na produção de seu conteúdo temático ou em uma consultoria criativa para encontrar novas formas criativas de escrever sua história (ou da sua empresa) na WEB. Uma história que se escreve no “enquanto” como diria Janete Clair, quando se referiu ao processo de criação dramatúrgica. 

O legado de quem escreve é a escrita.

É o que fica, o seu registro, a sua criação. Esse é o pedaço do seu mundo criativo descoberto e compartilhado. Assim são com os livros do LetrasCriativas Selo Digital